Archive for TV shows

Assisti: The Good Wife

the-good-wife

 

Chegou a hora de falar de um dos seriados mais maravilindos que eu conheço! The Good Wife é simplesmente FANTÁSTICO, nem me sinto capaz de fazer elogios suficientes ao seriado. É conhecido aqui no Brasil por The Good Wife – Pelo Direito de Recomeçar. Tem um tempão que venho tentando convencer minha mãe a assistir comigo, ela não assiste seriados, por ter certeza de que vai amar e até hoje nada mas eu ainda vou convencê-la! Conta a história de Alicia Florrick (interpretada pela linda e talentosíssima Julianna Margulies), uma advogada que havia se afastado do trabalho em prol da família e que um dia precisa aprender a lidar novamente com o competitivo mundo dos grandes escritórios e tribunais. E digo que precisa voltar mesmo, por necessidade!

 

What's In The Box?

 

Explicando: Um dia se vê em meio a um escândalo duplo – o seu marido, Peter Florrick, que é político, havia sido acusado de corrupção e de envolvimento com prostituição. Arrasada e pega completamente de surpresa, Alicia se muda com seus filhos e recomeça sua rotina, conhece novas pessoas e reacende antigas amizades. Acaba tendo que deixar uma vida tranquila e segura para trás, precisando reconstruir seu cantinho, tomar conta dos filhos adolescentes e provar que é uma advogada de defesa de peso, mesmo depois de 13 consideráveis anos afastada da área.

 

The-Good-Wife-2x17

 

O seriado é bom demais justamente porque conta com ótimos atores, um enredo muitíssimo envolvente e tem um equilíbrio super bem feito entre o drama, o romance e até mesmo um toque de comédia aqui e ali. Não se parece com nenhum outro seriado que envolva o mundo jurídico que eu já tenha visto até então. Não é nem um pouco entediante, apesar de não ter um tema pra lá de original, isso eu garanto!

 

Closing Arguments

 

Além de todos os elogios eu ainda posso afirmar: a personagem principal é maravilhosa quero ser Alicia/Juliana quando crescer e muito cativante. Ela demonstra uma fibra e ao mesmo tempo uma delicadeza tão grande durante a série… tudo através do seu bom caráter e da sua busca constante pelo que é justo e correto, tanto para si quanto para o mundo ao seu redor. Ela é uma expoente da força feminina, sabe? Impossível assistir à série e não se estimular com tamanha demonstração de garra e vontade de superação, tudo sem deixar a ternura de lado :) Mocinhas, assistam, por favorzinho… prometo que vão amar!

 

The-Good-Wife2

 

★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★

 

Lembrando!

O Swezilian está realizando o seu primeiro sorteio, não perca!

Se você ainda não está participando, basta clicar aqui e conferir as regras. Boa sorte! :D

 

★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★

Assisti: Wilfred

wilfred-head

 

WILFRED é um dos seriados mais fantasticamente originais a que tive o prazer de assistir. Seu enredo é único e divertidíssimo – consegue ser leve e nos fazer rir, mas sem deixar de lado as reflexões existencias que todo e qualquer ser humano tem na vida. Lançado em 2011, o seriado é uma adaptação de um outro, de mesmo nome, que já existia.

 

wilfred

 

Ryan (Elijah Wood – o Frodo de Senhor dos Anéis!), um advogado frustrado, depressivo, antissocial e desconectado do mundo, um dia, logo depois de uma tentativa falha de suicídio, recebe uma visita da sua nova vizinha que o pede para cuidar rapidinho do seu cachorro. Imagine a surpresa dele ao perceber que o tal do cachorro se tratava de um marmanjo fantasiado de cão. Já pensou? No começo ele pensa que tudo não se tratava de uma piada ou uma ilusão mental, causada pelos diversos medicamentos do coquetel com o qual havia tentado se intoxicar – mas pouco a pouco percebe que aquele cão-homem, com sotaque australiano, havia chegado pra mudar de vez a sua vida! Ah, o nome do cão, por sinal, é Wilfred.

 

429604-wilfred

 

Desse encontro nasce um relacionamento intenso, no qual Wilfred passa a ocupar o papel de melhor amigo mas também por vezes, do pior inimigo de Ryan, complicando sua vida ao extremo e causando diversos tipos de confusões. E claro que Ryan, com todos os seus problemas, não consegue parar de imaginar se aquela estranha aparição, com todas as suas peculiaridades fascinantes, seria somente uma criação da sua mente ou se de fato existia – e consequentemente poderia ser visto por mais alguém que não ele (o que seria muito improvável uma vez que todos tratavam o cão como se cão mesmo ele fosse). Talvez Wilfred fosse simplesmente um mecanismo de fuga da realidade causado por uma mente cansada e com pouca vontade de viver… mas ele parece ser tão real!

 

ac_tv_wilfred 6-26 from fx.widea

 

Gente, o seriado é simplesmente HILÁRIO! De uma forma não convencional, com piadas que por vezes nos deixarão meio intrigados até momentos seguintes da trama, que nos farão entender e perceber muito melhor as características de cada personagem e nos surpreenderão com cenas e histórias inusitadas e esquisitas. O lado mais interessante de todos é como Wilfred, aquela possível ilusão (ou aberração?) canina consegue fazer com que Ryan passe a questionar toda a vida que vem levando até então – suas ambições, suas vontades, seus medos, seus relacionamentos e sua autoestima. E, ao mesmo tempo em que consegue fazer com que Ryan supere suas dificuldades pessoas, Wilfred pode, simplesmente decidir que no momento seguinte seria extremamente válido fazer com que Ryan começasse a duvidar de tudo aquilo de novo que havia aprendido e tentado modificar em si. Super louco!

 

Wilfred1111

 

Curiosidade: A série tem Jason Gann como co-criador da versão original (que é australiana): ele é o ator que faz o papel de Wilfred! E, acreditem em mim, ele faz um trabalho fantástico na sua interpretação. É o tipo de seriado que eu indico a TODO MUNDO, um dos meus preferidos de todos os tempos, sem dúvidas, por ser tão genial. É o tipo de programa que psicólogos e pessoas interessadas no funcionamento e nas nuances da mente humana deveriam assistir – para criar suas teorias e dar umas boas risadas! Apesar de todas as qualidades e do humor afiado e inteligente, já foi divulgado que a série terminará com a sua quarta temporada, que estreará em meados desse ano. Mas isso não importa: Wilfred não deixa de ser épico por isso, afinal todas as séries um dia chegam ao fim, né? Até mesmo as melhores das melhores ;)

 

WilfredTennisBall

 

Apostem em Wilfred e me agradeçam depois :D

Dois seriados que prometem!

Estou trazendo os seriados mais atuais (dentre aqueles nos quais me interessei, ok?) para que vocês, amantes de seriados, possam acompanhar comigo desde o início! Os dois foram lançadas em janeiro de 2014 e ainda não contam nem com 4 episódios cada, mas prometem! :D Caso sejam bons mesmo resenharei sobre eles no futuro, quando completarem uma ou duas temporadas. De antemão já aviso: nenhum dos dois trata de temas de menininha, mas como não poderia deixar de ser, as mulheres marcam uma presença poderosa em ambas as séries!

 

blacks

 

A primeira (e até onde pude assistir a minha preferida das duas) chama-se BLACK SAILS e como alguns já poderiam adivinhar tem como sua temática os piratas. Achei super interessante e appealing, pelo menos pra mim, já que gosto do tema e nunca assisti nenhum seriado sobre ele. A série retrata as aventuras, na segunda metade do século XVIII, do Capitão Flint e sua tripulação, de reputação super violenta. Ao capturar John Silver, em busca de um mapa, Flint acaba por encontrar um novo companheiro para sua jornada. Até então, temos a história do capitão e sua tripulação lutando contra a marinha da coroa britânica para preservar suas vidas e o paraíso dos piratas – a Ilha de New Providence. A série, que é baseada na obra de Robert Louis Stevenson “A Ilha do Tesouro”, está sendo filmada na África do Sul e vai ao ar nos sábados, através do canal Starz. Dois episódios já foram exibidos!

 

musketeers

 

A segunda, também baseada em uma obra literária, chama-se THE MUSKETEERS e está sendo produzida pela BBC One. “Os Três Mosqueteiros” de Alexandre Dumas foi o seu livro inspirador. Também gostei do tema mas não foi nada que provocasse nenhum OOH! ou AAH! da minha parte, hehe! Conta a história de Athos, Porthos e Aramis, os três mosqueteiros. Na verdade eles são somente três dos muitos mosqueteiros de Paris, mas são os “bonzinhos”, digamos assim. Conhecem D’artagnan, que busca os mosqueteiros para vingar a morte do seu pai e que acaba, posteriormente, fazendo parte do time. Conta com um super vilão o Cardeal Richelieu, que promete tornar a vida dos mosqueteiros muito mais… “agitada”! A série está sendo filmada, em sua maior parte, em Praga (poxa vida, perdi isso! hahah) e está na telinha aos domingos através do canal BBC One. Tem três episódios lançados!

 

Assistam os pilots e depois me contem o que acharam :)

Beijocas

Assisti: Orange is the New Black

ORANGEISTHE

 

Ô seriado bom! Estava procurando algo novo pra assistir, e ano passado, de forma aleatória, escolhi esse em uma lista por causa do nome diferente. Resultado: assisti todos os episódios em uns 2 dias. Chegando aqui na Suécia contei a Erik como essa série me conquistou e aí… assisti todos os episódios com ele novamente! ;) Nesse seriado você provavelmente reconhecerá Jason Biggs, ator que ficou bastante conhecido através do seu personagem Jim na série de comédia adolescente American Pie.

 

COLLAGE OSTNB

 

Original da Netflix, conta a história de Piper Chapman, uma mulher de vinte e tantos anos que vive uma vida pacata e comum junto ao seu noivo Larry, até que seu passado é revivido, para seu grande tormento: ela é sentenciada a cumprir 15 meses em uma penitenciária federal para mulheres por ter transportado uma mala cheia de dinheiro para sua ex-namorada, Alex, dez anos atrás. Até aí, nada demais pra mim. O melhor da série chega através de um cativante enfoque no dia-a-dia de Piper e suas companheiras de prisão.

 

oitnb_pds_011_h.JPG

 

O seriado faz isso de uma forma super legal, com flashbacks na vida de cada uma delas, mostrando suas histórias e a razão de estarem presas. Além disso, grande parte do foco está nos próprios dramas diários pelos quais passam essas mulheres, suas dificuldades, alegrias, amizades e amores. E claro também temos que destacar a grande importância dos responsáveis pelo funcionamento da penitenciária, que marcam muito a história da série. É encantador, juro, porque nos faz entender, nem que seja um pouquinho e de forma um tanto quanto leve e romantizada, a realidade de tais lugares. Costumamos ver filmes e seriados que sim demonstram um pouco do funcionamento das prisões, mas nunca tive a oportunidade de assisir, até então, algum programa em que o foco estivesse praticamente todo centrado nelas!

 

rs_560x415-130718172044-1024.orange.ls.71813

 

Prometo que é um seriado diferente de tudo aquilo que vocês já viram, eu mal posso esperar pela segunda temporada, que chega ainda esse ano! Assistam e venham me contar :)