Assisti: A Gaiola Dourada

A-Gaiola-Dourada-Destaque1

 

Ooi! Como foi o fim de semana de vocês? :D A resenha de hoje é bem rapidinha, assim como o flme, de somente 1h30. A Gaiola Dourada (La Cage Dorée) foi um filme assistido por mim no cinema com a família, bem na sexta passada. Aqui em Salvador ele tá passando no circuito alternativo. É uma obra franco-portuguesa, filmada em ambos os países e com forte presença de ambas as línguas e culturas.

 

Captura-de-ecrã-2013-05-17-às-13.24.12

 

O filme retrata a história de uma família portuguesa, a família Ribeiro, composta pelos pais, um filho e uma filha. Morando na França há decadas, um dia recebem uma notícia inesperada, que pode mudar completamente seus destinos, e de repente precisam lidar rapidamente com a situação, o que se revela não ser algo fácil. Uma pessoa comum nem pensaria duas vezes quanto a que decisão tomar, mas Maria e José (os pais), tem um caráter de ouro e um coração enorme. Pronto, bastou isso para que se ambos se tornassem alvo certo do egoísmo alheio.

 

la_cage_doree_1_aajulien_paniea_-_zazi_films

 

Não é um SUPER filme, gente, é uma produção light, engraçadinha (nada que causasse risadas escandalosas) mas super interessante justamente por se tratar de um tema quase que banal trabalhado de uma forma tão natural. Me fez repensar nas minhas atitudes, em quantas vezes deixei de me cuidar para dar prioridade a outras coisas ou outras pessoas e no fim das contas não valeu nada a pena… mas não porque as coisas ou pessoas não sejam importantes, muito pelo contrário. A questão toda é que não é possível cuidar de ninguém, fazer bem a ninguém verdadeiramente, se antes não estivermos em paz com nós mesmos, alguém concorda? Na verdade possível até é, mas não é nada justo. Acho que passa, assim como tudo na vida, por uma questào de equilíbrio  :)

 

phpThumb.php

Leave a Reply