Assisti: Intocáveis

Cover

 

Intocáveis (The Intouchables) foi lançado em 2011 e obteve enorme repercussão européia naquele mesmo ano e no seguinte, quando foi lançado no Brasil. É um filme francês, gravado em Paris, que ganhou prêmios em festivais cinematográficos no Japão e na própria França.

 

O filme é daqueles que já são iniciados com uma prévia do que vem mais adiante… e então volta para o início da história. Nada difícil de entender! Em questão de minutos conhecemos as personagens principais da trama: Philippe e Driss. Interessante é que também logo notamos que, pelo menos materialmente e fisicamente falando, eles são completos opostos: um é extremamente rico e outro vive de auxílio desemprego; um é um jovem ativo, forte e saudável, enquanto o outro é tetraplégico e requer muitos cuidados… e obviamente vivem vidas completamente diferentes. Exatamente por isso que Philippe, contra a opinião de todos, decide contratar Driss como o seu cuidador – aquele que seria responsável por sua higiene pessoal, seu transporte, o cuidado com sua alimentação e todos os outros mínimos detalhes.

 

hr_The_Intouchables_1

 

A princípio Driss, que não estava procurando um emprego, nem pensa na possibilidade… mas cá entre nós, tenho certeza de que o que mudou mesmo sua vontade foi um banheiro lindíssimo (e um quarto maravilhoso) a que teria acesso caso aceitasse a responsabilidade hahahah. Ele então aceita o desafio proposto pelo milionário, que duvidava  que Driss pudesse passar duas semanas inteiras naquele cargo.

 

Rapidamente os dois começam a desenvolver uma relação completamente diferente do que ambos estão acostumados a ter: Driss nunca tomou conta de alguém de uma forma tão íntima em sua vida, enquanto Philippe, desde que se tornara tetraplégico, passou a ser tratado como um ornamento frágil, que poderia quebrar caso não fosse manuseado com cuidado. E essa realidade vivida até então é modificada através dos cuidados, nada convencionais, de Driss e do fato de que Philippe é visto por ele de forma muito mais humana; em diversos aspectos triviais que, até então, seus cuidadores anteriores haviam ignorado.

 

the-intouchables-10

 

E finalmente, através de uma relação que deveria ser puramente profissional, nasce uma belíssima amizade entre ambos, que os leva a aprender muito sobre seus mundos, seus passados, diferenças e desejos íntimos. Uma amizade que muda suas vidas para sempre. Gente, eu juro pra vocês… QUE FILME MARAVILHOSO! Não tenho nada a criticar, é tudo simplesmente lindo – a fotografia, a escolha da trilha sonora, a atuação, a história em si (que é baseada em fatos reais), a sutileza de certas cenas e situações. Um balanço perfeito entre comédia e drama… e sem dúvida alguma, um dos filmes mais especiais a que tive a honra de assistir. Inclusive revi mais uma vez antes de escrever aqui no blog, por puro prazer. Gosto sempre de reassistir os preferidos, aqueles que tocam fundo o coração e me fazem levantar do sofá querendo ser melhor e usar meu tempo mais sabiamente, aproveitando principalmente aqueles que amo. Os Intocáveis é um destes filmes, que nos fazem valorizar as pequenas coisas da vida.

 

The-Intouchables1 FUN

2 comments

Leave a Reply